JUNTOS !!

ASSOCIAÇÃO COEUR DE GUERRIERES - VALAIS

Juntos, vamos quebrar o silêncio!

Violência doméstica

A violência doméstica é um abuso de poder dentro de um casal, onde um parceiro usa um equilíbrio de poder para controlar o outro. Por meio de palavras e comportamentos violentos, o agressor deseja controlar sua vítima e impor sua vontade sobre ele, a fim de destruí-lo e dominá-lo.

A violência em um casal pode se manifestar de 5 maneiras:

  • Golpe FÍSICO , debandada, estrangulamento, mordida, queimadura, seqüestro.

  • Insultos VERBAIS , ameaças, desprezo, intimidação

  • Humilhação psicológica , desvalorização, chantagem emocional, proibição de namorar amigos ou família, assédio contínuo

  • SEXUAL sexo forçado, agressão, estupro, prostituição

  • Económica controlo sistemático das despesas, confisco de seu salário, o seu ID e / ou seus meios de pagamento, proibição do trabalho, negação de acesso a produtos necessidades crus, como alimentos, roupas, medicamentos.

Esses comportamentos não são fatos isolados ou acidentais, nem são o resultado de um simples conflito ou mesmo o sintoma de uma união conturbada. A violência faz parte de uma espiral infernal onde os atos de violência se multiplicam, se tornam cada vez mais frequentes e os ataques cada vez mais perigosos. Tempos calmos e não violentos (aqueles em que o agressor pede desculpas e faz esforços) são parte integrante do processo de violência. Seu parceiro as usa para manipular você e mantê-lo sob controle, mas tensões e agressões inevitavelmente começarão novamente ...

Fonte: http://www.lessentielles.ch/suis-je-concernee/

  • Unknown Track
  • -
  • Unknown Artist
00:00 / 00:00

As diferentes fases da violência

ALGUMAS FIGURAS

 

As ofensas mais frequentes são agressão (5.181), ameaças (4.197), insultos (2.835) e lesões corporais simples (1.952). Mas também existem crimes mais sérios, como seqüestro, seqüestro, risco de vida, danos corporais graves ou mesmo homicídio (36) e tentativa de homicídio (52).

 

As ofensas mais frequentes são agressão (5.181), ameaças (4.197), insultos (2.835) e lesões corporais simples (1.952). Mas também existem crimes mais sérios, como seqüestro, seqüestro, risco de vida, danos corporais graves ou mesmo homicídio (36) e tentativa de homicídio (52).

 

Em VALAIS, um estudo estima que apenas 5% das vítimas se atrevem a denunciar sua situação, o que significaria que o número de mulheres agredidas em Valais seria 8000.

2/3 da violência registrada ocorre no Valais de língua francesa, e um terço no Haut-Valais. Fonte da OFS

Fase 1: Tensão

O atacante fica com raiva, parece ameaçador e pesa silêncios pesados. A vítima preocupada tenta reduzir a tensão prestando atenção em seus gestos e palavras.

 

Fase 2 - Explosão / Crise

O agressor viola sua vítima, fisicamente, psicologicamente, verbalmente, economicamente ou sexualmente. A vítima sente-se triste, humilhada, sente que a situação é injusta, é aniquilada ou, às vezes, se defende.

 

Fase 3 - Justificação

O agressor justifica seu excesso encontrando desculpas que estão fora de seu controle (uma infância difícil, álcool, estresse, crianças desordeiras, doença mental etc.). A vítima tenta entender e ajudar seu parceiro. A situação é revertida e ela se sente parcialmente responsável pela situação, se sente culpada.

 

Fase 4 - Pedido de perdão

O agressor pede perdão, lamenta, jura nunca mais recomeçar, oferece tratamento ou ameaça se matar. Como tem medo de que a vítima vá embora, ele lhe dá presentes, se apaixona novamente, participa das tarefas domésticas e da educação das crianças. A vítima quer acreditar, encontra a pessoa que ama e lhe dá uma nova chance.

 

Esse modo de proceder está freqüentemente associado a um sintoma ligado à perversidade narcísica, em que o cônjuge não é mais percebido como pessoa, mas como objeto / coisa cuja interpretação é desumanizada.

 

ATENÇÃO:

É durante esse período que a vítima retira sua queixa, volta e volta para casa. Uma fase muitas vezes incompreendida por amigos, familiares, colegas, profissionais, que estão decepcionados com o comportamento da vítima e prometem nunca mais intervir. Essa parte do processo mostra a extensão do domínio do agressor sobre sua vítima, que não será capaz de sair desse círculo vicioso sozinha.

Fonte: http://www.lessentielles.ch/quest-ce-que-la-violence-domestique/

 

 

DENUNCIAR - APOIO - ACOMPANHANTE - AJUDA
NÃO FECHE OS OLHOS!
  • Kodenkai Swiss Academy

ACADEMIA DE ARTES MARCIAIS DE KODENKAI

KARATE - MUAY THAI - AUTO DEFESA

Secretariado Central (+ 41) 27 321 21 38

Segunda a sexta, das 10h às 13h